em Moda

Exatamente hoje, 09 de fevereiro de 2019, estou completando 48 anos de idade. E como uma amante da moda e blogueira/influencer desde 2010, posso afirmar que vivo o que vou compartilhar aqui com vocês.

Recentemente concluí uma pós-graduação em Produção de Moda e Styling na UP, e o tema do meu TCC foi  Ageless – A Moda Sem Idade. «O mercado da moda sempre enalteceu a beleza da juventude, meninas adolescentes com suas peles lisas e corpos esbeltos quase sem defeitos. No entanto, um novo comportamento vem dando novos rumos e mexendo com esse mercado tão seletivo. Movimento este que valoriza a beleza sem idade e vem trazendo para as passarelas homens e mulheres com seus cabelos brancos e rugas aparentes. A presença de pessoas mais velhas no mercado da moda é um sinal que o mundo está mudando e entendendo que a população está vivendo mais e permanecendo mais tempo no mercado de trabalho. Nasce o novo velho. Além da inclusão de corpos de todos os tipos e gêneros, o ambiente fashion vem incluindo um novo grupo de pessoas, os Ageless.» (Um pedacinho da introdução do meu TCC)

Um exemplo disso é a Lyn Slater, mais 60 anos e hoje é uma das referências de ageless people, provando que a moda não tem idade mesmo e é para todos.

Então, a convite da Ju, venho falar um pouco sobre isso com vocês… Às vésperas de completar 40 anos de idade e em meio a um momento de certezas e incertezas, criei um blog de moda chamado My Little Way (que está temporariamente fora do ar), e desde então venho experimentando a beleza da maturidade e a convicção de que a moda é muito mais minha amiga hoje do que anos atrás. Porque apesar de ser alta e magra, tive muitos complexos com o meu corpo e conseqüentemente como as minhas roupas na adolescência e juventude, afinal, naquela época não era moda esse biotipo, e isso causava grande transtorno para mim. Com o passar do tempo, e mais ainda após os 40, a aceitação do meu corpo e de quem eu sou, me ajudou a encontrar meu estilo e a me vestir com o que me fazia bem e segura.

Mas a maioria de nós não pensa assim e tem muitas dúvidas e até mesmo preconceitos em relação à moda, não a vê com aliada, ao contrário, a enxerga, até mesmo, como uma grande inimiga, acreditando e falando que depois de uma certa idade não se pode mais usar isso ou aquilo. Minissaia não pode porque é coisa de menininha. Saia midi não pode porque é coisa de senhora e vai me envelhecer. Tenho que cortar o cabelo, pois cabelo comprido é só para as mocinhas e por aí vai. Ledo engano! Saiba, minha amiga, que com bom senso podemos usar tudo e ainda favorecer, rejuvenescer ou esconder algo que possa não nos agradar.

No vídeo com a Ju trouxe dois exemplos mostrando que podemos sim usar uma minissaia ou uma saia midi e ainda quebrar todo o tabu que existe à respeito dessas duas peças polêmicas. Você pode estar aí pensando: Mas você é magra e alta, tudo fica bom! Concordo, mas isso não impede de ficar ridículo também se eu não souber usar essas peças. É tudo uma questão de combinação entre noção do meu corpo e peças que me favoreçam. Se eu usar uma saia micro, coladíssima no corpo e com um tecido inferior, vou comunicar uma imagem totalmente equivocada e ainda pagar um belo de um mico! Mas se eu usar uma saia acima do joelho, de alfaiataria, couro ou um tecido mais grosso como um jeans, não tão justa, com a blusa e os acessórios certos, a mensagem será totalmente outra e adequada. O mesmo acontece com a saia midi. Se eu usá-la com as peças erradas vou ficar com cara de vovozinha, e não é isso que a gente quer, não é mesmo?! Por mais que estejamos felizes com aos 40, 50, 60 não queremos aparentar mais idade. Por isso, afirmo que o segredo está em saber mesclar as peças certas para cada corpo com os tecidos e os acessórios corretos para cada produção. Ah! E para arrematar o look usar o famigerado bom senso. Sim! Ele faz toda diferença e é essencial em qualquer idade. Com certeza, ao seguir esses passos, podemos usar tudo e mais um pouco, amiga!

Aqui estão alguns exemplos dos meus looks e do que estou falando!

Sim, vivo uma moda sem idade e incentivo você, mulher que já passou dos 40 anos, a explorar esse universo e usar a moda a seu favor! A aproveitar a maturidade que nos permite sermos autênticas, inteiras, cheias de atitude e que nos leva a outro patamar, ao da liberdade sermos nós mesmas e protagonistas da nossa história!

E então, a moda tem ou não tem idade para você?
Beijos a todas!

Instagram: @julianasaraiva_oficial
Facebook: JuSaraivaOficial
Youtube: Juliana Saraiva

Alle Toneli

Postagens Recentes

Deixe um Comentário